Marcelo Bizar
Se aquele isto é como este, hei de ser histo ou comum peste
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


FULANA DE TAL       (Marcelo Bizar)

Se cruzares meu caminho
Pode se dar mal!
Porque sou essa fulana de tal
Que nem todo mundo conhece
E não sabe que sou linda
Mas sei também ser sem sal

Se quiseres meu destino, será?
Posso até ir pra Paquetá
Paraty, Nova Iorque, Paris
Quem sabe num triz
Eu te diga: com você sou feliz

Mas nao preciso de ninguém
Não vai também ser, se tornar num bossal
Riquezas não passam de vintém
É universal, sem nexo causal, numa transversal
Eu volto a ser uma fulana de tal

Fulana de tal! Joga futsal!
Fulana de tal! Tem seu bem, seu mal!
Fulana de tal! Ergue seu Taj Mahal!
Marcelo Bizar
Enviado por Marcelo Bizar em 26/08/2018

Música: Fulana de Tal - Marcelo Bizar

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários